Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

Podcast da FUNDABOM com participação do CRT-SP

  • 23 de agosto de 2023

Presidente e vice-presidente são convidados para participar do 193 Bombacast, podcast produzido pela FUNDABOM

Gilberto Takao Sakamoto e José Avelino Rosa, durante a gravação do podcast

No dia 22 de agosto de 2023, Gilberto Takao Sakamoto e José Avelino Rosa, presidente e vice-presidente do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP), participaram da gravação do 193 Bombacast, podcast produzido pela Fundação de Apoio ao Corpo de Bombeiros (FUNDABOM), organização sem fins lucrativos que trabalha na promoção e difusão de conhecimento cultural e científico na área de prevenção de incêndios e emergências; ou seja, um “braço” de cooperação para a própria corporação.

O bate-papo foi conduzido pelo coronel e gerente jurídico Martinho de Moraes Netto, e as gravações aconteceram na sede na própria entidade, região central da capital paulista. Tanto o presidente como o vice-presidente do CRT-SP explanaram sobre suas trajetórias de vida, as experiências profissionais conquistadas ao longo de décadas de participação no movimento dos técnicos, e da responsabilidade da gestão de uma autarquia pública federal, criada por lei para defender a sociedade frente às antipráticas profissionais e que, atualmente, conta com mais de 135 mil técnicos registrados em mais de 90 modalidades diferentes. “Agradeço a oportunidade para falar aos bombeiros e à sociedade sobre nossa profissão, e também para que os técnicos conheçam o trabalho da fundação”, inicia Gilberto Takao Sakamoto.

José Avelino Rosa recordou os primórdios do movimento dos técnicos na década de 1970, quando o antigo conselho ao qual os técnicos estavam inseridos baixou o chamado Ato 30, medida arbitrária que cerceava o direito dos técnicos de executar projetos de edificações até 120m2, fato que motivou o surgimento da primeira associação de técnicos – a Associação Profissional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (ATESP), tendo como precursores o Técnico em Edificações Wilson Wanderlei Vieira e o próprio José Avelino Rosa, que é Técnico em Edificações e Técnico em Mecânica. Foi ele, aliás, como vice-presidente do CRT-SP, que deu início às tratativas com o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) para esclarecer e difundir as modalidades técnicas, cujas atribuições legais, nos termos da Resolução CFT nº 100/2020, permitem a elaboração e execução de projetos de prevenção e combate a incêndio. São elas: edificações e construção civil, eletromecânica, eletrotécnica, eletrônica, automação industrial, mecânica, construção civil, telecomunicações e eletroeletrônica.

Representantes do CRT-SP com o apresentador, coronel Martinho de Moraes Netto

O apresentador perguntou também sobre a importância do registro no conselho de classe; a resposta é que se trata de uma obrigação prevista em lei para o exercício da profissão. Ele questionou, ainda, sobre eventuais medidas de segurança para proteger os profissionais em seus postos de trabalho; em resposta, José Avelino Rosa mencionou o recém-criado Grupo de Trabalho de Segurança, no âmbito do CRT-SP, que tem entre seus objetivos conscientizar sobre a importância da adoção de medidas de segurança. “Eles não irão criar normas, mas trabalhar na conscientização do uso de equipamentos de proteção individual”, acrescenta. Essa é apenas uma frente de atuação do referido grupo, que já está realizando levantamento da quantidade de acidentes envolvendo profissionais técnicos nos ambientes de trabalho para, em seguida, partir para ações mais efetivas.

 

Curso de especialização – Com o objetivo de agregar valor ao trabalho dos técnicos, respeitando os parâmetros norteados pela Resolução CFT nº 100/2020, o CRT-SP e a FUNDABOM estão preparando um Curso de Especialização para Projeto de Segurança contra Incêndio, com aulas ministradas por oficiais do próprio Corpo de Bombeiros.

Esse assunto também foi abordado e, para os interessados melhor se situarem, a princípio foi divulgada uma pesquisa para medir o grau de interesse dos profissionais técnicos, com resultado altamente satisfatório. O curso terá duração de 18 meses com aulas semanais em formato online, totalizando uma carga horária de 360 horas; e mais detalhes serão divulgados oportunamente.

De volta ao podcast, em breve a FUNDABOM disponibilizará em seus canais de comunicação o episódio com a participação do presidente e vice-presidente do CRT-SP.

Texto: JD Morbidelli

 

Últimas notícias

Projeto Divulga Técnico: “As Oportunidades do Ensino Técnico”

Com o sucesso do projeto-piloto realizado em Campos do Jordão, Projeto Divulga Técnico chega a São José dos Campos para incentivar o ingresso de estudantes…
Ler mais...

Sessão solene no Pará em celebração aos seis anos do Sistema CFT/CRTs

A convite do CRT-02, presidente do CRT-SP participa da sessão solene e reforça a importância da valorização da profissão perante a sociedade (mais…)
Ler mais...

Café com Síndico em Americana

CRT-SP marca novamente presença no Café com Síndico: “O Evento do Síndico Conectado”, esclarecendo sobre os serviços que os profissionais técnicos habilitados podem realizar em…
Ler mais...

Podcast da FUNDABOM com participação do CRT-SP

  • 23 de agosto de 2023

Presidente e vice-presidente são convidados para participar do 193 Bombacast, podcast produzido pela FUNDABOM

Gilberto Takao Sakamoto e José Avelino Rosa, durante a gravação do podcast

No dia 22 de agosto de 2023, Gilberto Takao Sakamoto e José Avelino Rosa, presidente e vice-presidente do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP), participaram da gravação do 193 Bombacast, podcast produzido pela Fundação de Apoio ao Corpo de Bombeiros (FUNDABOM), organização sem fins lucrativos que trabalha na promoção e difusão de conhecimento cultural e científico na área de prevenção de incêndios e emergências; ou seja, um “braço” de cooperação para a própria corporação.

O bate-papo foi conduzido pelo coronel e gerente jurídico Martinho de Moraes Netto, e as gravações aconteceram na sede na própria entidade, região central da capital paulista. Tanto o presidente como o vice-presidente do CRT-SP explanaram sobre suas trajetórias de vida, as experiências profissionais conquistadas ao longo de décadas de participação no movimento dos técnicos, e da responsabilidade da gestão de uma autarquia pública federal, criada por lei para defender a sociedade frente às antipráticas profissionais e que, atualmente, conta com mais de 135 mil técnicos registrados em mais de 90 modalidades diferentes. “Agradeço a oportunidade para falar aos bombeiros e à sociedade sobre nossa profissão, e também para que os técnicos conheçam o trabalho da fundação”, inicia Gilberto Takao Sakamoto.

José Avelino Rosa recordou os primórdios do movimento dos técnicos na década de 1970, quando o antigo conselho ao qual os técnicos estavam inseridos baixou o chamado Ato 30, medida arbitrária que cerceava o direito dos técnicos de executar projetos de edificações até 120m2, fato que motivou o surgimento da primeira associação de técnicos – a Associação Profissional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (ATESP), tendo como precursores o Técnico em Edificações Wilson Wanderlei Vieira e o próprio José Avelino Rosa, que é Técnico em Edificações e Técnico em Mecânica. Foi ele, aliás, como vice-presidente do CRT-SP, que deu início às tratativas com o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) para esclarecer e difundir as modalidades técnicas, cujas atribuições legais, nos termos da Resolução CFT nº 100/2020, permitem a elaboração e execução de projetos de prevenção e combate a incêndio. São elas: edificações e construção civil, eletromecânica, eletrotécnica, eletrônica, automação industrial, mecânica, construção civil, telecomunicações e eletroeletrônica.

Representantes do CRT-SP com o apresentador, coronel Martinho de Moraes Netto

O apresentador perguntou também sobre a importância do registro no conselho de classe; a resposta é que se trata de uma obrigação prevista em lei para o exercício da profissão. Ele questionou, ainda, sobre eventuais medidas de segurança para proteger os profissionais em seus postos de trabalho; em resposta, José Avelino Rosa mencionou o recém-criado Grupo de Trabalho de Segurança, no âmbito do CRT-SP, que tem entre seus objetivos conscientizar sobre a importância da adoção de medidas de segurança. “Eles não irão criar normas, mas trabalhar na conscientização do uso de equipamentos de proteção individual”, acrescenta. Essa é apenas uma frente de atuação do referido grupo, que já está realizando levantamento da quantidade de acidentes envolvendo profissionais técnicos nos ambientes de trabalho para, em seguida, partir para ações mais efetivas.

 

Curso de especialização – Com o objetivo de agregar valor ao trabalho dos técnicos, respeitando os parâmetros norteados pela Resolução CFT nº 100/2020, o CRT-SP e a FUNDABOM estão preparando um Curso de Especialização para Projeto de Segurança contra Incêndio, com aulas ministradas por oficiais do próprio Corpo de Bombeiros.

Esse assunto também foi abordado e, para os interessados melhor se situarem, a princípio foi divulgada uma pesquisa para medir o grau de interesse dos profissionais técnicos, com resultado altamente satisfatório. O curso terá duração de 18 meses com aulas semanais em formato online, totalizando uma carga horária de 360 horas; e mais detalhes serão divulgados oportunamente.

De volta ao podcast, em breve a FUNDABOM disponibilizará em seus canais de comunicação o episódio com a participação do presidente e vice-presidente do CRT-SP.

Texto: JD Morbidelli

 

Últimas notícias

Projeto Divulga Técnico: “As Oportunidades do Ensino Técnico”

Com o sucesso do projeto-piloto realizado em Campos do Jordão, Projeto Divulga Técnico chega a São José dos Campos para incentivar o ingresso de estudantes…
Ler mais...

Sessão solene no Pará em celebração aos seis anos do Sistema CFT/CRTs

A convite do CRT-02, presidente do CRT-SP participa da sessão solene e reforça a importância da valorização da profissão perante a sociedade (mais…)
Ler mais...

Café com Síndico em Americana

CRT-SP marca novamente presença no Café com Síndico: “O Evento do Síndico Conectado”, esclarecendo sobre os serviços que os profissionais técnicos habilitados podem realizar em…
Ler mais...