Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos”

  • 29 de abril de 2021

CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos”, uma conexão direta do conselho com os futuros profissionais da área técnica

CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos”, evento online disponível no canal do CRT-SP no YouTube

Inaugurando um novo modelo de palestra orientativa voltada aos futuros profissionais da área técnica, no dia 28 de abril de 2021 o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) realizou o CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos”, com abordagem de assuntos importantes como resoluções que disciplinam e esclarecem as atribuições; registro no conselho e emissão de documentos obrigatórios que legitimam a atividade profissional; plataforma digital desenvolvida para conectar os técnicos às oportunidades de emprego e serviços; e, ainda, importantes dicas de empreendedorismo advindas de uma entidade privada de notável credibilidade: o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE-SP).

Logo na abertura Gilberto Takao Sakamoto destacou as transformações comportamentais que vêm acontecendo no Brasil e no mundo, com palavras de otimismo no enfrentamento dos medos e desafios. “A pandemia de coronavírus (COVID-19) mudou hábitos e até mesmo a maneira de pensarmos e agirmos, impactando nossas vidas, seja no aspecto pessoal ou profissional. No entanto, abriu a possibilidade para nos reinventarmos”, disse o presidente do CRT-SP. E, justamente devido a essa necessidade de adaptação aos novos tempos e sem a carretar riscos aos participantes, que o CRT-SP vem trabalhando na organização de eventos online, propiciando maior engajamento do conteúdo e impactando novos públicos; especificamente, alunos prestes a se formarem em cursos técnicos regulares para compor o quadro de profissionais habilitados para o exercício legal da atividade. “Esperamos que muitas dúvidas sejam esclarecidas para que vocês estejam preparados para os desafios da profissão e do mercado de trabalho”, continua, procurando nortear aqueles que, indubitavelmente, deparam-se com uma indagação assim que recebem o diploma: “Formei-me num curso técnico, e agora o que eu faço?.

Gilberto Takao Sakamoto: “Esperamos que muitas dúvidas sejam esclarecidas para que vocês estejam preparados para os desafios da profissão e do mercado de trabalho”

Qual o papel do CRT-SP? Quem respondeu essa pergunta foi a assessora de marketing e inovação Fabiana Herculano Moraes, mediadora do evento. “O CRT-SP é uma autarquia federal instituída por força de lei, com o objetivo de orientar, fiscalizar, registrar e disciplinar – principalmente por intermédio de resoluções – as atividades e atribuições dos técnicos”, resume, ressaltando como diferencial a visão de se tornar um conselho dinâmico e inovador que espera obter de seu público: profissionais, alunos, comunidade técnica estudantil e a sociedade em geral. “Para sair desse lugar de conselho que só registra e fiscaliza, procuramos nos comunicar de uma forma diferente; daí, a oportunidade de estarmos aqui realizando esse evento de forma diferente para estreitar cada vez mais nossas relações”, emenda.

Fabiana Herculano Moraes: “Para sair desse lugar de conselho que só registra e fiscaliza, procuramos nos comunicar de uma forma diferente”

Resoluções, registros e responsabilidade técnica – Gerente de exercício profissional e assessor de projetos especiais, Adalto Pinto explanou sobre as principais resoluções baixadas pelo Sistema CFT/CRT no que tangem às atribuições, propiciando protagonismo à carreira técnica. “No Sistema CFT/CRT, o CFT é um órgão que normatiza a regulamenta as atribuições profissionais dentro do território nacional, enquanto que o CRT-SP é um órgão executivo que registra, orienta e fiscaliza; por isso estamos mais próximos dos profissionais”, destaca, subdividindo as resoluções em: específicas, comuns a todas as modalidades técnicas, e temáticas – nesse caso, quando envolvem determinadas modalidades. Posteriormente explicou a sistemática da plataforma digital Técnico que Faz, idealizada pelo CRT-SP para conectar os técnicos com empresas e a sociedade para gerar oportunidades de serviços como profissionais autônomos ou contratados.

Na sua vez o colaborador Ubiratã Cunha explicou sobre a importância da emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT), mencionando três princípios básicos do documento que precisam ser levados em consideração: defesa da sociedade, valorização do profissional e comprovação da capacidade técnica. A emissão do TRT se faz obrigatória na execução de qualquer obra ou serviço de ordem técnica. “Trata-se de uma forma legal de responsabilizar o profissional pelo serviço, e sem o TRT não há garantia perante a lei quanto à responsabilidade, por exemplo em caso de acidentes ou outros problemas que possam ocorrer”, exemplifica.

Para encerrar a participação de colaboradores, Isis Rodrigues detalhou sobre os procedimentos de solicitação de registro de pessoas físicas e empresas, podendo ser realizado através do próprio site. Ela também lembrou que os profissionais com menos de um ano de formação têm desconto de 50% na primeira mensalidade. “Há uma preocupação quanto aos que ainda não entraram para o mercado de trabalho, e esse é um incentivo do conselho para os formandos”, sintetiza, concluindo que o registro é nacional; assim, os profissionais registrados podem trabalhar em qualquer lugar do país.

Empreendedorismo – Em formato de minipalestra, a gestora de negócios do SEBRAE-SP, Larissa Keiko Miyazaki Moreira, teceu valiosas dicas de como empreender depois de registrado no CRT-SP. “Por que empreender? Afinal, empreender é vantajoso?”, questiona para, em seguida, trazer algumas definições importantes: “Empreender é ir em busca de seus objetivos; é estar intensamente envolvido com uma causa; é saber que essa causa vai gerar valor para o coletivo; e é ser resiliente para levar alguns ‘não’ e mesmo assim não desistir”.

Formada em serviço social e gestão de projetos, com pós-graduação em gestão de negócios e MBA em desenvolvimento e treinamento humano, ela elenca sete motivos para incentivar os novos empreendedores: realização de um sonho, flexibilidade de tempo, independência profissional, ganhos ilimitados, possibilidades inerentes a qualquer pessoa, geração de renda e emprego, e suporte. Para finalizar a apresentação, uma frase do pedagogo canadense Louis Jacques Fillion: “O empreendedor é uma pessoa que imagina, desenvolve e realiza suas visões”.

Larissa Keiko Miyazaki Moreira: “Empreender é ir em busca de seus objetivos”

O CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos” teve ainda um debate fomentado por perguntas encaminhadas pelos internautas; assim, muitas dúvidas puderam ser esclarecidas pelos convidados – entre eles, os conselheiros Rafael da Silva e Maykon Donizeti Gervasoni; e o professor Eduardo Shigueo Hoji, do IFSP de Birigui, primeira instituição a receber a palestra orientativa do CRT-SP em maio de 2019.

Para ver a imagens do evento, clique aqui. E para quem não conseguiu acompanhar ao vivo, pode assistir quando quiser no canal do CRT-SP no YouTube.

Últimas notícias

Projeto Divulga Técnico: “As Oportunidades do Ensino Técnico”

Com o sucesso do projeto-piloto realizado em Campos do Jordão, Projeto Divulga Técnico chega a São José dos Campos para incentivar o ingresso de estudantes…
Ler mais...

Sessão solene no Pará em celebração aos seis anos do Sistema CFT/CRTs

A convite do CRT-02, presidente do CRT-SP participa da sessão solene e reforça a importância da valorização da profissão perante a sociedade (mais…)
Ler mais...

Café com Síndico em Americana

CRT-SP marca novamente presença no Café com Síndico: “O Evento do Síndico Conectado”, esclarecendo sobre os serviços que os profissionais técnicos habilitados podem realizar em…
Ler mais...

CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos”

  • 29 de abril de 2021

CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos”, uma conexão direta do conselho com os futuros profissionais da área técnica

CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos”, evento online disponível no canal do CRT-SP no YouTube

Inaugurando um novo modelo de palestra orientativa voltada aos futuros profissionais da área técnica, no dia 28 de abril de 2021 o Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) realizou o CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos”, com abordagem de assuntos importantes como resoluções que disciplinam e esclarecem as atribuições; registro no conselho e emissão de documentos obrigatórios que legitimam a atividade profissional; plataforma digital desenvolvida para conectar os técnicos às oportunidades de emprego e serviços; e, ainda, importantes dicas de empreendedorismo advindas de uma entidade privada de notável credibilidade: o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE-SP).

Logo na abertura Gilberto Takao Sakamoto destacou as transformações comportamentais que vêm acontecendo no Brasil e no mundo, com palavras de otimismo no enfrentamento dos medos e desafios. “A pandemia de coronavírus (COVID-19) mudou hábitos e até mesmo a maneira de pensarmos e agirmos, impactando nossas vidas, seja no aspecto pessoal ou profissional. No entanto, abriu a possibilidade para nos reinventarmos”, disse o presidente do CRT-SP. E, justamente devido a essa necessidade de adaptação aos novos tempos e sem a carretar riscos aos participantes, que o CRT-SP vem trabalhando na organização de eventos online, propiciando maior engajamento do conteúdo e impactando novos públicos; especificamente, alunos prestes a se formarem em cursos técnicos regulares para compor o quadro de profissionais habilitados para o exercício legal da atividade. “Esperamos que muitas dúvidas sejam esclarecidas para que vocês estejam preparados para os desafios da profissão e do mercado de trabalho”, continua, procurando nortear aqueles que, indubitavelmente, deparam-se com uma indagação assim que recebem o diploma: “Formei-me num curso técnico, e agora o que eu faço?.

Gilberto Takao Sakamoto: “Esperamos que muitas dúvidas sejam esclarecidas para que vocês estejam preparados para os desafios da profissão e do mercado de trabalho”

Qual o papel do CRT-SP? Quem respondeu essa pergunta foi a assessora de marketing e inovação Fabiana Herculano Moraes, mediadora do evento. “O CRT-SP é uma autarquia federal instituída por força de lei, com o objetivo de orientar, fiscalizar, registrar e disciplinar – principalmente por intermédio de resoluções – as atividades e atribuições dos técnicos”, resume, ressaltando como diferencial a visão de se tornar um conselho dinâmico e inovador que espera obter de seu público: profissionais, alunos, comunidade técnica estudantil e a sociedade em geral. “Para sair desse lugar de conselho que só registra e fiscaliza, procuramos nos comunicar de uma forma diferente; daí, a oportunidade de estarmos aqui realizando esse evento de forma diferente para estreitar cada vez mais nossas relações”, emenda.

Fabiana Herculano Moraes: “Para sair desse lugar de conselho que só registra e fiscaliza, procuramos nos comunicar de uma forma diferente”

Resoluções, registros e responsabilidade técnica – Gerente de exercício profissional e assessor de projetos especiais, Adalto Pinto explanou sobre as principais resoluções baixadas pelo Sistema CFT/CRT no que tangem às atribuições, propiciando protagonismo à carreira técnica. “No Sistema CFT/CRT, o CFT é um órgão que normatiza a regulamenta as atribuições profissionais dentro do território nacional, enquanto que o CRT-SP é um órgão executivo que registra, orienta e fiscaliza; por isso estamos mais próximos dos profissionais”, destaca, subdividindo as resoluções em: específicas, comuns a todas as modalidades técnicas, e temáticas – nesse caso, quando envolvem determinadas modalidades. Posteriormente explicou a sistemática da plataforma digital Técnico que Faz, idealizada pelo CRT-SP para conectar os técnicos com empresas e a sociedade para gerar oportunidades de serviços como profissionais autônomos ou contratados.

Na sua vez o colaborador Ubiratã Cunha explicou sobre a importância da emissão do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT), mencionando três princípios básicos do documento que precisam ser levados em consideração: defesa da sociedade, valorização do profissional e comprovação da capacidade técnica. A emissão do TRT se faz obrigatória na execução de qualquer obra ou serviço de ordem técnica. “Trata-se de uma forma legal de responsabilizar o profissional pelo serviço, e sem o TRT não há garantia perante a lei quanto à responsabilidade, por exemplo em caso de acidentes ou outros problemas que possam ocorrer”, exemplifica.

Para encerrar a participação de colaboradores, Isis Rodrigues detalhou sobre os procedimentos de solicitação de registro de pessoas físicas e empresas, podendo ser realizado através do próprio site. Ela também lembrou que os profissionais com menos de um ano de formação têm desconto de 50% na primeira mensalidade. “Há uma preocupação quanto aos que ainda não entraram para o mercado de trabalho, e esse é um incentivo do conselho para os formandos”, sintetiza, concluindo que o registro é nacional; assim, os profissionais registrados podem trabalhar em qualquer lugar do país.

Empreendedorismo – Em formato de minipalestra, a gestora de negócios do SEBRAE-SP, Larissa Keiko Miyazaki Moreira, teceu valiosas dicas de como empreender depois de registrado no CRT-SP. “Por que empreender? Afinal, empreender é vantajoso?”, questiona para, em seguida, trazer algumas definições importantes: “Empreender é ir em busca de seus objetivos; é estar intensamente envolvido com uma causa; é saber que essa causa vai gerar valor para o coletivo; e é ser resiliente para levar alguns ‘não’ e mesmo assim não desistir”.

Formada em serviço social e gestão de projetos, com pós-graduação em gestão de negócios e MBA em desenvolvimento e treinamento humano, ela elenca sete motivos para incentivar os novos empreendedores: realização de um sonho, flexibilidade de tempo, independência profissional, ganhos ilimitados, possibilidades inerentes a qualquer pessoa, geração de renda e emprego, e suporte. Para finalizar a apresentação, uma frase do pedagogo canadense Louis Jacques Fillion: “O empreendedor é uma pessoa que imagina, desenvolve e realiza suas visões”.

Larissa Keiko Miyazaki Moreira: “Empreender é ir em busca de seus objetivos”

O CRT-SP Talks: “Futuros Técnicos” teve ainda um debate fomentado por perguntas encaminhadas pelos internautas; assim, muitas dúvidas puderam ser esclarecidas pelos convidados – entre eles, os conselheiros Rafael da Silva e Maykon Donizeti Gervasoni; e o professor Eduardo Shigueo Hoji, do IFSP de Birigui, primeira instituição a receber a palestra orientativa do CRT-SP em maio de 2019.

Para ver a imagens do evento, clique aqui. E para quem não conseguiu acompanhar ao vivo, pode assistir quando quiser no canal do CRT-SP no YouTube.

Últimas notícias

Projeto Divulga Técnico: “As Oportunidades do Ensino Técnico”

Com o sucesso do projeto-piloto realizado em Campos do Jordão, Projeto Divulga Técnico chega a São José dos Campos para incentivar o ingresso de estudantes…
Ler mais...

Sessão solene no Pará em celebração aos seis anos do Sistema CFT/CRTs

A convite do CRT-02, presidente do CRT-SP participa da sessão solene e reforça a importância da valorização da profissão perante a sociedade (mais…)
Ler mais...

Café com Síndico em Americana

CRT-SP marca novamente presença no Café com Síndico: “O Evento do Síndico Conectado”, esclarecendo sobre os serviços que os profissionais técnicos habilitados podem realizar em…
Ler mais...