Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

CRT-SP reúne-se com secretário adjunto da Casa Civil da Prefeitura de São Paulo

  • 22 de maio de 2019

Em pauta, o cumprimento da legislação que ampara os técnicos e a divulgação do conselho junto às subprefeituras

Gilberto Takao Sakamoto e o secretário adjunto da Casa Civil da Prefeitura de São Paulo: compromisso de levar o assunto ao conhecimento do prefeito Bruno Covas

No dia 21 de maio de 2019 o presidente Gilberto Takao Sakamoto reuniu-se com Edenilson de Almeida – mais conhecido como Dedê –, secretário adjunto da Casa Civil da Prefeitura de São Paulo, com o objetivo de solicitar apoio para a divulgação do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) junto às subprefeituras, bem como cobrar das autoridades públicas municipais o cumprimento da legislação vigente, especialmente quanto à aceitação do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT), documento que substitui com idêntica eficácia a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) emitida na autarquia que alocava os técnicos anteriormente. Na ocasião foi entregue ao secretário um ofício elencando algumas atribuições profissionais constantes no Decreto 90.922/1985, que regulamenta a Lei nº 5.524/1968. “Nós temos aproximadamente 106 mil técnicos no conselho, distribuídos em mais de 90 modalidades; e, anualmente, as escolas técnicas formam cerca de 20 mil alunos”, destacou Gilberto Takao Sakamoto.

Diante de números tão expressivos, considerando que milhares de técnicos trabalham nas prefeituras e órgãos públicos e, especialmente, pela necessidade de divulgação do novo órgão que detém competência exclusiva para orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício profissional dos técnicos conforme disposto no artigo 3º da Lei nº 13.639/2018, o secretário se comprometeu a encaminhar o documento ao prefeito Bruno Covas. “Com certeza ele repassará ao secretário municipal das Subprefeituras de São Paulo para que sejam tomadas as devidas providências”, declarou, extremamente solícito. Atualmente o responsável pela pasta é o filósofo Alexandre Modonezi de Andrade, com vasta experiência em gestão pública.

Realizada na Prefeitura de São Paulo, a reunião contou também com a presença do diretor financeiro do CRT-SP, Pedro Carlos Valcante; e de Marcos Antonio Silva, advogado e assessor da diretoria executiva.

Representantes do CRT-SP com o secretário adjunto da Casa Civil da Prefeitura de São Paulo

Últimas notícias

CRT-SP: 58ª Sessão Plenária Ordinária

Destaque para a aprovação da Prestação de Contas Contábil com Análise do Balancete de Dezembro e do Exercício 2023, e da Prestação de Contas na…
Ler mais...

Curso de Especialização em Segurança contra Incêndio para Técnicos

Inscrições a partir de 27 de fevereiro de 2024 até completarem as 80 vagas disponíveis (mais…)
Ler mais...

Café com Síndico: “O Evento do Síndico Conectado”

Com direito à palestra institucional ministrada pelo diretor administrativo, CRT-SP participa de mais uma edição do Café com Síndico, em São Carlos (mais…)
Ler mais...

CRT-SP reúne-se com secretário adjunto da Casa Civil da Prefeitura de São Paulo

  • 22 de maio de 2019

Em pauta, o cumprimento da legislação que ampara os técnicos e a divulgação do conselho junto às subprefeituras

Gilberto Takao Sakamoto e o secretário adjunto da Casa Civil da Prefeitura de São Paulo: compromisso de levar o assunto ao conhecimento do prefeito Bruno Covas

No dia 21 de maio de 2019 o presidente Gilberto Takao Sakamoto reuniu-se com Edenilson de Almeida – mais conhecido como Dedê –, secretário adjunto da Casa Civil da Prefeitura de São Paulo, com o objetivo de solicitar apoio para a divulgação do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP) junto às subprefeituras, bem como cobrar das autoridades públicas municipais o cumprimento da legislação vigente, especialmente quanto à aceitação do Termo de Responsabilidade Técnica (TRT), documento que substitui com idêntica eficácia a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) emitida na autarquia que alocava os técnicos anteriormente. Na ocasião foi entregue ao secretário um ofício elencando algumas atribuições profissionais constantes no Decreto 90.922/1985, que regulamenta a Lei nº 5.524/1968. “Nós temos aproximadamente 106 mil técnicos no conselho, distribuídos em mais de 90 modalidades; e, anualmente, as escolas técnicas formam cerca de 20 mil alunos”, destacou Gilberto Takao Sakamoto.

Diante de números tão expressivos, considerando que milhares de técnicos trabalham nas prefeituras e órgãos públicos e, especialmente, pela necessidade de divulgação do novo órgão que detém competência exclusiva para orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício profissional dos técnicos conforme disposto no artigo 3º da Lei nº 13.639/2018, o secretário se comprometeu a encaminhar o documento ao prefeito Bruno Covas. “Com certeza ele repassará ao secretário municipal das Subprefeituras de São Paulo para que sejam tomadas as devidas providências”, declarou, extremamente solícito. Atualmente o responsável pela pasta é o filósofo Alexandre Modonezi de Andrade, com vasta experiência em gestão pública.

Realizada na Prefeitura de São Paulo, a reunião contou também com a presença do diretor financeiro do CRT-SP, Pedro Carlos Valcante; e de Marcos Antonio Silva, advogado e assessor da diretoria executiva.

Representantes do CRT-SP com o secretário adjunto da Casa Civil da Prefeitura de São Paulo

Últimas notícias

CRT-SP: 58ª Sessão Plenária Ordinária

Destaque para a aprovação da Prestação de Contas Contábil com Análise do Balancete de Dezembro e do Exercício 2023, e da Prestação de Contas na…
Ler mais...

Curso de Especialização em Segurança contra Incêndio para Técnicos

Inscrições a partir de 27 de fevereiro de 2024 até completarem as 80 vagas disponíveis (mais…)
Ler mais...

Café com Síndico: “O Evento do Síndico Conectado”

Com direito à palestra institucional ministrada pelo diretor administrativo, CRT-SP participa de mais uma edição do Café com Síndico, em São Carlos (mais…)
Ler mais...