Central de Atendimento (11) 3580-1000

Notícias

CRT-SP: posse dos conselheiros para a gestão 2022/2026

  • 23 de junho de 2022

Ato de posse dos conselheiros titulares e suplentes tem palestra sobre o papel da autarquia para a sociedade, orientações quanto ao tratamento de dados e compromisso da diretoria em continuar trabalhando por um conselho moderno, dinâmico e inovador

Foto oficial da posse dos conselheiros titulares e suplentes, realizada em 21 de junho de 2026

A posse da diretoria executiva do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP), eleita pela Chapa “Avante Técnico” para a gestão 2022/2026, foi realizada no dia 24 de maio de 2022 num ato simples na sede do conselho. Quanto aos conselheiros titulares e suplentes, o empossamento aconteceu em 21 de junho no Hotel Nikkey Palace em São Paulo – mesmo local onde acontecem as sessões plenárias –, conduzido pela Comissão Eleitoral Regional (CER) – no âmbito do CRT-SP, formada pelos técnicos José Delfino de Castro Rosa, Cláudio Roberto Pereira e Nilson Alves de Lima, respectivamente coordenador, coordenador adjunto e suplente –, em conformidade com o artigo 181 do Regulamento Eleitoral aprovado pela Resolução CFT nº 133/2021. “Agradecemos a presença e parabenizamos a todos pela eleição, e que vocês tenham um excelente mandato nesse quadriênio 2022/2026 com muita responsabilidade perante os técnicos”, discursou o coordenador, passando a palavra ao presidente do CRT-SP, Gilberto Takao Sakamoto, que também teceu suas considerações iniciais de parabenizações aos eleitos e ressaltou o compromisso contínuo pela construção de um conselho moderno, dinâmico e inovador. “Nesses próximos quatro anos continuaremos inovando e buscando o melhor para a defesa da sociedade e a valorização da nossa profissão”, destaca.

José Delfino Castro Rosa: “Que vocês tenham um excelente mandato nesse quadriênio 2022/2026 com muita responsabilidade perante os técnicos”

 

Gilberto Takao Sakamoto: “Continuaremos inovando e buscando o melhor para a defesa da sociedade e a valorização da nossa profissão”

Após a execução do Hino Nacional Brasileiro, em pares os eleitos foram chamados à mesa para a assinatura do Termo de Posse. Na sequência, prestaram o juramento: “Prometo honrar com dignidade, respeito e elevado espírito público, a atribuição de membros titulares, observando a Constituição Federal, as leis do meu país e demais atos normativos, desempenhando minhas atribuições dentro dos mais estritos princípios éticos e democráticos, respeitando todos e buscando sempre o bem-estar dos Técnicos Industriais brasileiros e seu mais elevado reconhecimento profissional”.

Conselheiros eleitos assinam o Termo de Posse antes do juramento de honrar a profissão

Impossibilitado de comparecer em virtude da posse dos conselheiros federais em Brasília, Wilson Wanderlei Vieira, presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), deixou uma mensagem de boas-vindas aos eleitos gravada por ocasião de uma recente visita ao CRT-SP. “Desejo uma boa gestão à diretoria eleita e parabenizo os conselheiros, uns que iniciam essa atividade e outros que continuarão o trabalho que vem sendo feito”. Assista.

Visivelmente emocionada Sandra Zamboli Fontana recebeu uma placa em nome da diretoria e conselheiros, homenageando-a pelos trabalhos como primeira diretora administrativa. “Nossos sinceros agradecimentos pelo brilhante trabalho realizado nessa primeira gestão do CRT-SP, colaborando pelo reconhecimento do protagonismo da mulher no setor técnico. Com força, determinação e carisma, Sandra Zamboli Fontana desempenhou um papel importante para que o conselho cumpra sua missão de defender a sociedade por meio da fiscalização do exercício profissional”, traz a mensagem. A partir da próxima gestão, ela será suplente da conselheira Monique Fernanda Xavier.

Homenagem a Sandra Zamboli Fontana como primeira diretora administrativa do CRT-SP

Orientações e capacitação – Assessor da presidência, o advogado Nivaldo José Bosio – aniversariante do dia – apresentou uma explanação geral sobre as regras exigidas para administrar o CRT-SP, considerando que os conselheiros – como agentes públicos – estão sujeitos às mesmas regras. Em formato de palestra, “O Papel do Conselho para a Sociedade”, ele inicia falando dos direitos fundamentais do cidadão previstos na Constituição Federal; em especial, o artigo V, que versa sobre o livre exercício de trabalho, ofício ou profissão; e o artigo 37, que se refere aos princípios legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência a serem seguidos pela administração pública direta e indireta. “Talvez o princípio mais importante, impessoalidade significa que o presidente, diretores e conselheiros não podem agir de modo pessoal privilegiando alguém; tudo deve estar baseado em fatos e argumentos”, explica. Ele também recorda fatos importantes do movimento dos técnicos, como a regulamentação da profissão pela Lei nº 5.524/1968 e Decreto nº 90.922/1985; naturalmente, explana sobre a Lei nº 13.639/2018, que cria o Sistema CFT/CRT e, recorrentemente, às competências do CFT, dos CRTs, incrementando com as responsabilidades inerentes ao cargo honorífico de conselheiro descritas no Regimento Interno.

Nivaldo José Bosio: explanação geral sobre o papel do conselho para a sociedade

De maneira bem clara e didática, o gerente administrativo Roberto Munuera Reyes explicou sobre os procedimentos a serem seguidos para ressarcimento de despesas aos conselheiros em serviço pelo conselho, como diárias, jetons, auxílio representação, auxílio embarque e desembarque, e deslocamento terrestre, sanando diversas dúvidas sobre o termo de responsabilidade que, após preenchido, deve encaminhado ao setor responsável.

Roberto Munuera Reyes: orientações sobre procedimentos administrativos quanto ao ressarcimento de despesas

Adalto Pinto, gerente de compliance e planejamento estratégico, alertou sobre os cuidados em atendimento à Lei nº 13.709/2018 – Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) –, que “dispõe sobre o tratamento de dados pessoais, inclusive nos meios digitais, por pessoa natural ou por pessoa jurídica de direito público ou privado, com o objetivo de proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade e o livre desenvolvimento da personalidade da pessoa natural”.

Órgão da administração pública federal, a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) tem, entre suas competências, zelar pela proteção de dados pessoais; e essa proteção constitui direito fundamental do cidadão, assim como direito à vida, liberdade, propriedade, liberdade de expressão, participação política e religiosa, inviolabilidade de domicílio, liberdade de reunião, entre outros. “Segundo a LGPD, dado pessoal é qualquer informação que possa levar à identificação de uma pessoa, de maneira direta ou indireta”, expõe. Isso inclui cuidados especiais quanto à coleta, retenção, tratamento, distribuição e até eliminação.

Os órgãos e entidades que não se adequarem à “política” de tratamento de dados de seus usuários poderão incorrer em sanções administrativas previstas na LGPD. A Resolução CFT nº 181/2022 institui as diretrizes gerais de privacidade e proteção de dados pessoais no âmbito do Sistema CFT/CRT; e, de acordo com o palestrante, algumas orientações podem colaborar para garantir mais segurança: bloquear o computador ao se ausentar da estação de trabalho; manter discrição acerca dos assuntos tratados em âmbito profissional; não se apropriar dos dados do conselho; evitar anotar e repassar senhas de acesso; entre outras ações simples do cotidiano.

Adalto Pinto: tratamento de dados pessoais no âmbito do CRT-SP

Encerramento – Ao final do evento, o presidente Gilberto Takao Sakamoto voltou a frisar o compromisso e a responsabilidade inerentes à diretoria e conselheiros de continuar defendendo a sociedade por meio da valorização da profissão e fiscalização orientativa da atividade técnica. Ele cita quatro eixos de atividades para nortear esse trabalho que se reinicia: avançar na gestão de orientativa e inteligente; aprimorar iniciativas de valorização profissional; gerar mais oportunidades de trabalho; e divulgar as vantagens em contratar profissionais técnicos.

As fotos da posse dos conselheiros estão disponíveis no site www.crtsp.gov.br.  Para acessar direto a galeria, clique aqui.

Enquanto isso, em Brasília

Conselheiro federal e suplente eleitos pelo CRT-SP são empossados na capital federal; e homenagem a Wilson Wanderlei Vieira, primeiro presidente do CFT

No mesmo dia, em Brasília, a Comissão Eleitoral Nacional (CEN) empossou os conselheiros federais eleitos em 26 de abril de 2022. Por São Paulo, os representantes são Narciso Donizete Fontana e Sérgio Pascoal Teixeira, respectivamente titular e suplente – ambos são Técnicos em Eletrotécnica –, no lugar antes ocupado por Valdivino Alves de Carvalho. “Agradecemos a confiança depositada em nossa candidatura e nos dedicaremos ao máximo para corresponder aos anseios e necessidades dos técnicos”, declarou Narciso Donizete Fontana, por ocasião da homologação do resultado das eleições.

Entre as homenagens ao primeiro presidente do CFT, Wilson Wanderlei Vieira – que deixa o cargo após as eleições complementares do Sistema CFT/CRT em agosto de 2022 – recebeu um troféu das mãos de Luciana Miranda, chefe de gabinete representando o CRT-SP.Ao longo das décadas, seu dinamismo, empenho e determinação têm sido de fundamental importância para o reconhecimento e a valorização dos técnicos, exímios profissionais que contribuem com conhecimento, responsabilidade e técnica para o desenvolvimento do país”, traz um trecho da mensagem.

As eleições complementares do CFT que, inclusive, definirão a próxima diretoria para o período 2022/2026, estão agendadas para o dia 16 de agosto de 2022. O voto é obrigatório por todos os profissionais devidamente registrados e em dia com suas obrigações junto ao conselho. O prazo para justificativa de ausência é de 180 dias contados a partir da data da eleição, nos termos da Resolução CFT nº 133/2021.

Últimas notícias

Encontro de Diretores Administrativos do Sistema CFT/CRTs

Muitos assuntos discutidos na reunião, que servirá de base para encontro posterior com a participação de gerentes administrativos (mais…)
Ler mais...

Lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Ensino Técnico e Valorização do Profissional Técnico

Iniciativa articulada pelo CRT-SP com a coordenação da deputada estadual, Solange Freitas, voltada à valorização da profissão e fomento do ensino técnico (mais…)
Ler mais...

Fórum dos Presidentes do Sistema CFT/CRTs define novo coordenador

Gilberto Takao Sakamoto, do CRT-SP, é eleito por unanimidade entre os presidentes regionais; representantes do CRT-ES e do CRT-04 também são eleitos, respectivamente coordenador adjunto…
Ler mais...

CRT-SP: posse dos conselheiros para a gestão 2022/2026

  • 23 de junho de 2022

Ato de posse dos conselheiros titulares e suplentes tem palestra sobre o papel da autarquia para a sociedade, orientações quanto ao tratamento de dados e compromisso da diretoria em continuar trabalhando por um conselho moderno, dinâmico e inovador

Foto oficial da posse dos conselheiros titulares e suplentes, realizada em 21 de junho de 2026

A posse da diretoria executiva do Conselho Regional dos Técnicos Industriais do Estado de São Paulo (CRT-SP), eleita pela Chapa “Avante Técnico” para a gestão 2022/2026, foi realizada no dia 24 de maio de 2022 num ato simples na sede do conselho. Quanto aos conselheiros titulares e suplentes, o empossamento aconteceu em 21 de junho no Hotel Nikkey Palace em São Paulo – mesmo local onde acontecem as sessões plenárias –, conduzido pela Comissão Eleitoral Regional (CER) – no âmbito do CRT-SP, formada pelos técnicos José Delfino de Castro Rosa, Cláudio Roberto Pereira e Nilson Alves de Lima, respectivamente coordenador, coordenador adjunto e suplente –, em conformidade com o artigo 181 do Regulamento Eleitoral aprovado pela Resolução CFT nº 133/2021. “Agradecemos a presença e parabenizamos a todos pela eleição, e que vocês tenham um excelente mandato nesse quadriênio 2022/2026 com muita responsabilidade perante os técnicos”, discursou o coordenador, passando a palavra ao presidente do CRT-SP, Gilberto Takao Sakamoto, que também teceu suas considerações iniciais de parabenizações aos eleitos e ressaltou o compromisso contínuo pela construção de um conselho moderno, dinâmico e inovador. “Nesses próximos quatro anos continuaremos inovando e buscando o melhor para a defesa da sociedade e a valorização da nossa profissão”, destaca.

José Delfino Castro Rosa: “Que vocês tenham um excelente mandato nesse quadriênio 2022/2026 com muita responsabilidade perante os técnicos”

 

Gilberto Takao Sakamoto: “Continuaremos inovando e buscando o melhor para a defesa da sociedade e a valorização da nossa profissão”

Após a execução do Hino Nacional Brasileiro, em pares os eleitos foram chamados à mesa para a assinatura do Termo de Posse. Na sequência, prestaram o juramento: “Prometo honrar com dignidade, respeito e elevado espírito público, a atribuição de membros titulares, observando a Constituição Federal, as leis do meu país e demais atos normativos, desempenhando minhas atribuições dentro dos mais estritos princípios éticos e democráticos, respeitando todos e buscando sempre o bem-estar dos Técnicos Industriais brasileiros e seu mais elevado reconhecimento profissional”.

Conselheiros eleitos assinam o Termo de Posse antes do juramento de honrar a profissão

Impossibilitado de comparecer em virtude da posse dos conselheiros federais em Brasília, Wilson Wanderlei Vieira, presidente do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT), deixou uma mensagem de boas-vindas aos eleitos gravada por ocasião de uma recente visita ao CRT-SP. “Desejo uma boa gestão à diretoria eleita e parabenizo os conselheiros, uns que iniciam essa atividade e outros que continuarão o trabalho que vem sendo feito”. Assista.

Visivelmente emocionada Sandra Zamboli Fontana recebeu uma placa em nome da diretoria e conselheiros, homenageando-a pelos trabalhos como primeira diretora administrativa. “Nossos sinceros agradecimentos pelo brilhante trabalho realizado nessa primeira gestão do CRT-SP, colaborando pelo reconhecimento do protagonismo da mulher no setor técnico. Com força, determinação e carisma, Sandra Zamboli Fontana desempenhou um papel importante para que o conselho cumpra sua missão de defender a sociedade por meio da fiscalização do exercício profissional”, traz a mensagem. A partir da próxima gestão, ela será suplente da conselheira Monique Fernanda Xavier.

Homenagem a Sandra Zamboli Fontana como primeira diretora administrativa do CRT-SP

Orientações e capacitação – Assessor da presidência, o advogado Nivaldo José Bosio – aniversariante do dia – apresentou uma explanação geral sobre as regras exigidas para administrar o CRT-SP, considerando que os conselheiros – como agentes públicos – estão sujeitos às mesmas regras. Em formato de palestra, “O Papel do Conselho para a Sociedade”, ele inicia falando dos direitos fundamentais do cidadão previstos na Constituição Federal; em especial, o artigo V, que versa sobre o livre exercício de trabalho, ofício ou profissão; e o artigo 37, que se refere aos princípios legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência a serem seguidos pela administração pública direta e indireta. “Talvez o princípio mais importante, impessoalidade significa que o presidente, diretores e conselheiros não podem agir de modo pessoal privilegiando alguém; tudo deve estar baseado em fatos e argumentos”, explica. Ele também recorda fatos importantes do movimento dos técnicos, como a regulamentação da profissão pela Lei nº 5.524/1968 e Decreto nº 90.922/1985; naturalmente, explana sobre a Lei nº 13.639/2018, que cria o Sistema CFT/CRT e, recorrentemente, às competências do CFT, dos CRTs, incrementando com as responsabilidades inerentes ao cargo honorífico de conselheiro descritas no Regimento Interno.

Nivaldo José Bosio: explanação geral sobre o papel do conselho para a sociedade

De maneira bem clara e didática, o gerente administrativo Roberto Munuera Reyes explicou sobre os procedimentos a serem seguidos para ressarcimento de despesas aos conselheiros em serviço pelo conselho, como diárias, jetons, auxílio representação, auxílio embarque e desembarque, e deslocamento terrestre, sanando diversas dúvidas sobre o termo de responsabilidade que, após preenchido, deve encaminhado ao setor responsável.

Roberto Munuera Reyes: orientações sobre procedimentos administrativos quanto ao ressarcimento de despesas

Adalto Pinto, gerente de compliance e planejamento estratégico, alertou sobre os cuidados em atendimento à Lei nº 13.709/2018 – Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) –, que “dispõe sobre o tratamento de dados pessoais, inclusive nos meios digitais, por pessoa natural ou por pessoa jurídica de direito público ou privado, com o objetivo de proteger os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade e o livre desenvolvimento da personalidade da pessoa natural”.

Órgão da administração pública federal, a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) tem, entre suas competências, zelar pela proteção de dados pessoais; e essa proteção constitui direito fundamental do cidadão, assim como direito à vida, liberdade, propriedade, liberdade de expressão, participação política e religiosa, inviolabilidade de domicílio, liberdade de reunião, entre outros. “Segundo a LGPD, dado pessoal é qualquer informação que possa levar à identificação de uma pessoa, de maneira direta ou indireta”, expõe. Isso inclui cuidados especiais quanto à coleta, retenção, tratamento, distribuição e até eliminação.

Os órgãos e entidades que não se adequarem à “política” de tratamento de dados de seus usuários poderão incorrer em sanções administrativas previstas na LGPD. A Resolução CFT nº 181/2022 institui as diretrizes gerais de privacidade e proteção de dados pessoais no âmbito do Sistema CFT/CRT; e, de acordo com o palestrante, algumas orientações podem colaborar para garantir mais segurança: bloquear o computador ao se ausentar da estação de trabalho; manter discrição acerca dos assuntos tratados em âmbito profissional; não se apropriar dos dados do conselho; evitar anotar e repassar senhas de acesso; entre outras ações simples do cotidiano.

Adalto Pinto: tratamento de dados pessoais no âmbito do CRT-SP

Encerramento – Ao final do evento, o presidente Gilberto Takao Sakamoto voltou a frisar o compromisso e a responsabilidade inerentes à diretoria e conselheiros de continuar defendendo a sociedade por meio da valorização da profissão e fiscalização orientativa da atividade técnica. Ele cita quatro eixos de atividades para nortear esse trabalho que se reinicia: avançar na gestão de orientativa e inteligente; aprimorar iniciativas de valorização profissional; gerar mais oportunidades de trabalho; e divulgar as vantagens em contratar profissionais técnicos.

As fotos da posse dos conselheiros estão disponíveis no site www.crtsp.gov.br.  Para acessar direto a galeria, clique aqui.

Enquanto isso, em Brasília

Conselheiro federal e suplente eleitos pelo CRT-SP são empossados na capital federal; e homenagem a Wilson Wanderlei Vieira, primeiro presidente do CFT

No mesmo dia, em Brasília, a Comissão Eleitoral Nacional (CEN) empossou os conselheiros federais eleitos em 26 de abril de 2022. Por São Paulo, os representantes são Narciso Donizete Fontana e Sérgio Pascoal Teixeira, respectivamente titular e suplente – ambos são Técnicos em Eletrotécnica –, no lugar antes ocupado por Valdivino Alves de Carvalho. “Agradecemos a confiança depositada em nossa candidatura e nos dedicaremos ao máximo para corresponder aos anseios e necessidades dos técnicos”, declarou Narciso Donizete Fontana, por ocasião da homologação do resultado das eleições.

Entre as homenagens ao primeiro presidente do CFT, Wilson Wanderlei Vieira – que deixa o cargo após as eleições complementares do Sistema CFT/CRT em agosto de 2022 – recebeu um troféu das mãos de Luciana Miranda, chefe de gabinete representando o CRT-SP.Ao longo das décadas, seu dinamismo, empenho e determinação têm sido de fundamental importância para o reconhecimento e a valorização dos técnicos, exímios profissionais que contribuem com conhecimento, responsabilidade e técnica para o desenvolvimento do país”, traz um trecho da mensagem.

As eleições complementares do CFT que, inclusive, definirão a próxima diretoria para o período 2022/2026, estão agendadas para o dia 16 de agosto de 2022. O voto é obrigatório por todos os profissionais devidamente registrados e em dia com suas obrigações junto ao conselho. O prazo para justificativa de ausência é de 180 dias contados a partir da data da eleição, nos termos da Resolução CFT nº 133/2021.

Últimas notícias

Encontro de Diretores Administrativos do Sistema CFT/CRTs

Muitos assuntos discutidos na reunião, que servirá de base para encontro posterior com a participação de gerentes administrativos (mais…)
Ler mais...

Lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do Ensino Técnico e Valorização do Profissional Técnico

Iniciativa articulada pelo CRT-SP com a coordenação da deputada estadual, Solange Freitas, voltada à valorização da profissão e fomento do ensino técnico (mais…)
Ler mais...

Fórum dos Presidentes do Sistema CFT/CRTs define novo coordenador

Gilberto Takao Sakamoto, do CRT-SP, é eleito por unanimidade entre os presidentes regionais; representantes do CRT-ES e do CRT-04 também são eleitos, respectivamente coordenador adjunto…
Ler mais...